O forro de gesso aparece com uma opção cada vez mais popular entre as pessoas que vão construir ou reformar um imóvel. Este material tem sido muito utilizado por decoradores e designers em seus projetos, pois permite que sejam feitas várias intervenções para tornar o ambiente mais bonito e aconchegante.

Além disso, o forro de gesso também é uma estrutura que prima pela versatilidade. Ele oferece inúmeras possibilidades para projetos de iluminação, melhora a acústica do local e permite corrigir imperfeições de maneira eficaz. Outra vantagem deste tipo de forro são as opções de instalação que ele oferece, podendo ser reto, curvo, removível, com sancas, entre outros formatos.

Tipos de Forros

Os forros podem ser feitos com placas especiais ou chapas duplas. Geralmente o gesso pode sera companhado de outros materiais complementares, como a fibra mineral. No entanto, a composição final depende bastante do resultado pretendido pelo projeto. Os tipos de forro de gesso mais instalados pelos gesseiros são:

Forro de gesso tradicional

Muito usado em ambientes que tenham áreas menores, pois o risco de dilatação é reduzido. Este tipo de forro é feito com placas de gesso 0,60cm x 0,60cm. Elas são encaixadas uma a uma utilizando o sistema “macho/fêmea”, e são fixadas com arame galvanizado.

Forro de gesso acartonado

Esse é o tipo de forro mais requisitado atualmente, mesmo tendo um custo de instalação maior do que o tradicional. Quem opta pelo forro de gesso acartonado garante que o resultado final compensa o valor extra. Ele não apresenta alguns problemas comuns do forro de gesso comum, como eventuais trincas e aspecto amarelado. O forro de gesso acartonado pode ser aplicado em qualquer área, de qualquer tamanho.

Além disso o forro de gesso acartonado pode ser de dois tipos:

Estruturado (FGE)

forro-estruturado

É o mais recomendado para aqueles ambientes onde existem telhas, e não laje. Neste caso, os painéis são fixados com parafusos em uma armação de aço galvanizado feita especialmente para este fim, sendo totalmente independente do telhado original. A estrutura é feita para poder suportar o peso das placas de gesso e permitir que a dilatação seja feita sem problemas.

Aramado (FGA)

forro-armado

Esse é o mais utilizado, é feito com painéis de gesso, proporcionando um efeito de rebaixamento. Essas estruturas possuem 0,60×2,00m e também são fixadas com arame galvanizado.

A Instalação

Forro de gesso tradicional.

Cada projeto possui especificações próprias que pode passar por adaptações, porém, de uma maneira geral, a instalação do forro é feita com placas de gesso posicionadas lado a lado. A fixação no teto é garantida por pinos de aço com uma distância de 60cm entre eles. Os pinos são colocados com o uso de uma pistola especial.

Um arame, que pode ser de aço ou de cobre, é introduzido no furo do pino para ser preso na placa. Em seguida, esse arame é retorcido até ficar bem fixado. O mesmo processo é utilizado para prender a moldura. Já as placas com encaixes próprios (tipo macho e fêmea) devem receber um acabamento especial nos rejuntes. Nesta etapa do serviço, os fios com sobras devem ser retirados com a ajuda de um alicate.

Forro de gesso acartonado.

Já para serviços com placas maiores, como é o caso do gesso acartonado, as chapas ficam sob peças metálicas que são fixadas na parede e no teto. Em seguida elas são presas por parafusos com um espaço de 30cm entre eles, devendo sempre respeitar o espaço de 1cm da borda.

O processo de instalação é iniciado próximo a parede, para que as placas não acabem se comprimindo ao fazer o parafusamento final. O acabamento é feito com o uso de massa feita para rejunte e também fita de papel, pois isso evita a formação de fissuras.

É muito importante lembrar que todos detalhes do projeto deverão ser levados em consideração antes da instalação do gesso acartonado. Os pontos corretos de iluminação, saídas de ar condicionado, bem como eventuais juntas de movimentação, devem receber atenção especial para evitar problemas futuros.

Pontos positivos e negativos dos forros de gesso

Assim como outras opções de forros, o gesso também tem suas vantagens e desvantagens, saiba quais são elas.

Vantagens

  • Os forros de gesso com medidas de 60 x 60cm dispensam grandes acabamentos, a não ser que o proprietário do imóvel faça questão de ter um forro completamente liso.
  • A instalação é muito rápida, sendo uma aplicação de gesso e duas aplicações de argamassa.
  • O valor por m² é muito mais barato quando comparado aos demais tipos disponíveis no mercado.
  • A pintura pode ser feita no mesmo dia, aproximadamente duas horas após a sua colocação.
  • O material tem ótima aderência.
  • Possibilita maior conforto acústico e térmico.
  • Tem alto grau de resistência ao fogo.

Desvantagens

  • Por serem feitas de gesso, as placas costumam absorver muita umidade.
  • O forro com placa de 60 x 60 cm costuma ser muito pesado.
  • Facilidade para formar bactérias e fungos que acabam por deixar a estrutura manchada.

Quem faz forro de gesso

O profissional responsável por instalar o forro de gesso em casas, apartamentos e empresas é o gesseiro. Ele é responsável pelos seguintes serviços:

Auxiliar no desenvolvimento do projeto.

Identificar o melhor tipo de gesso para cada ambiente.

Preparar todo o material necessário para a instalação.

Aplicar as técnicas para fixar as placas.

Realizar o acabamento de modo a deixar o forro preparado para a pintura.

Quanto custa o forro de gesso

O valor cobrado para a aplicação dos forros de gesso varia de acordo com a área e o tipo escolhido, ou seja, é necessário levar em consideração a placa a ser instalada antes de obter um orçamento final.

Porém, existe um valor mínimo estipulado na cidade de São Paulo, ou seja, mesmo que a pessoa escolha um tipo de gesso relativamente barato, é preciso aferir a metragem do local do instalação para definir o valor final.

Para os ambiente menores, os gesseiros costumam cobrar um valor mais em conta, levando sempre em consideração o material que ele vai utilizar e o tempo que será gasto para finalizar o trabalho.

Curiosidades sobre os forros de gesso

A massa de gesso para o acabamento dos forros de gesso pode ser aplicada com uma camada única, sendo aconselhável não ultrapassar os 10mm, pois isso irá prejudicar a aderência. A opção mais indicada é trabalhar com uma espessura de 7mm. Atualmente, existem também várias pesquisas em andamento que podem tornar o gesso ainda melhor para ser usado na construção civil. Uma das principais está concentrada em tornar o gesso impermeável para que ele possa ser aplicado também em áreas externas.